Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2010

Viver o quer der pra viver

Vida agitada, cheia de compromissos e cobranças (e as nossas próprias cobranças são piores). Tem dias que a vontade é jogar tudo pro alto, noutros é abraçar o mundo com as pernas e tentar resolver suas pendências e injustiças. O resultado: estresse, cansaço, sensação de impotência...

Vou deixar de lado as expectativas e as cobranças. Decidi viver o que der pra viver. Olhar pra frente. Nem para o que passou, nem para o alto. Olhar firme, forte e pra frente.

Você sabia?

Febre do twitter.

Segundo a equipe do Twitter, o número de tweets publicados por dia saltou de 5 mil em 2007 para 300 mil em 2008, 35 milhões no fim de 2009 e 50 milhões nos primeiros meses deste ano. O número é bem próximo dos 60 milhões de atualizações que a rede social Facebook publica por dia, apesar de ter uma base muito maior de usuários: 400 milhões contra 75 milhões do microblog.

Fonte: Folha de Pernambuco

O Bem Amado.

Em tempos de eleição é preciso buscar informações sobre nossos candidatos. Odorico Paraguaçu representa muito bem a "média" dos nossos políticos. O filme pode ser uma boa forma de identificar "políticos" que não merecem nos representar.

Pessoas e diferenças - que bom que elas existem.

Algumas pessoas nascem para sentar na margem de um rio,
Outras são atingidas por um raio,
Algumas tem ouvido pra música,
Outras são artistas.

Algumas nadam,
Outras trabalham muito.

Algumas conhecem Shakespeare,
Outras são mães.
E algumas pessoas dançam.

Algumas pessoas são anjos,
Outras memoráveis,
Algumas pessoas vivem para o mar,
Outras são caseiras,
Algumas vão embora,
Outras são companheiras.
Algumas grandes personalidades,
Outras simplesmente normais.
E algumas pintam quadros.

Algumas pessoas nascem para a oratória,
Outras para serem anônimas,
Algumas tem carisma,
Outras sentimentos ternos.
Algumas são deslumbrantes,
Outras inigualáveis.
Algumas são fascinadas por literatura,
Outras são loucas pelo desconhecido.
E algumas vivem em nós pra sempre.

Algumas pessoas sonham com uma vida longa,
Outras partem cedo demais,
Algumas sempre tem algo a nos dizer,
Outras nem são percebidas.
Algumas nunca deixarão de ser amigas,
Outras serão esquecidas.
Algumas escrevem livros,
Outras amam óp…

Novos tempos para orla do Paulista.

Uma intervenção viária pensada ainda na década de 60 começa a ganhar forma. O governo do estado junto com a Secretaria de Infraestrutura do Paulista está operacionalizando a construção da Estrada do Sol – pista de 10 km de extensão -, que vai acabar com os congestionamentos ao longo da Avenida Cláudio Gueiros Leite (PE-01). A Estrada do Sol vai funcionar como paralela da PE-01. A obra está orçada em R$ 15 milhões e deve ficar pronta até dezembro de 2012.

Sete metros de largura e 2,5 metros de passeio compõem as dimensões da Estrada do Sol. Estão previstas algumas indenizações de imóveis que ocupam o traçado proposto no projeto executivo. Uma ponte também está sendo construída sobre o canal Angelim para viabilizar o fluxo de carros.

A Secretaria de Infraestrutura avalia a proposta de transformar o trânsito da PE-01 em mão única, no sentido Olinda/Paulista. Já a Estrada do Sol permitiria o itinerário inverso. Além de Janga e Conceição, a pista vai cortar os bairros de Pau Amarelo e Nossa …

Menino sempre!

Há muito tempo me fiz uma promessa: Vou crescer e continuar acreditando nos sonhos. Não vou ser um adulto chato, rancoroso, e que esquece das coisas e pessoas importantes. Mas, hoje (acho que de um tempo pra cá), senti que pago um preço muito caro por pensar e agir da mesma forma de quinze/vinte anos atrás. Não estou falando de pessoas bitoladas, que não crescem nunca. Mas sim dos valores, aprendizados e amizades. Amizades do tempo que, sempre juntos, estávamos dispostos a mudar o mundo. Nossa arma: saliva e exemplo.

Não sei se continuo sendo àquele mesmo “menino” que fazia política de calças curtas. Mas busquei preservar àquele menino e as coisas e valores que ele acreditava.

A vida é pra ser compartilhada.

Engraçado como as decisões e rumos que tomamos na vida, mesmo quando queremos mudar, nos perseguem. Não adianta fugir do destino. São escolhas feitas, seja por conta de detalhes, momentos e/ou instantes, que fazem diferença, guiam nossos rumos e nos coloca de frente com o inevitável.Tenho como exemplo Érico, um grande amigo, sempre dedicou seu tempo, sua vida à grandes causas, à questões de interesse coletivo, público. É um dos caras mais sérios e comprometidos que convivi (talvez pelo exemplo de sua mãe). Hoje vive um momento de ansiedade: sua filha precisa do transplante de médula óssea. Mas, mais uma vez, Érico, mesmo preocupado com a filha, organiza uma campanha que pensa no todo. Lógico que rezando e torcendo que apareça um doador compatível com sua Mariana. O tempo que Érico dedicou aos outros precisa ser recompensado hoje. Vou fazer minha parte, espero que quem puder faça a sua.

Um brinde à vida

Bons e maus. Alegres e tristes. Sérios e extrovertidos. Construindo o futuro ou viajando nas minhas histórias. Você sempre esteve, nos diversos momentos, presente. Por você merecer, faço o maior e melhor brinde: Feliz Dia dos Amigos à todos os meus amigos e amigas! Enviado do Nokia N95

Meu horizonte

Sonhos, vontades, utopia e pra rimar agonia. Estas são algumas palavras que, segundo amigos, definem quem (ou como) sou. Me reconheço. Sempre corro atrás do que quero e das coisas que me fazem bem. Meu horizonte sempre foi bem definido. Hoje tô enxergando ele assim. É uma nova forma de buscar meus sonhos!
Enviado do Nokia N95

Minha filha

Desde cedo quis ser pai. Não sabia o motivo, mas achava que devia ser bom. Hoje que realizei, entendo o porquê. Minha filha é minha amiga, minha continuação. Hoje tenho mais um motivo pra ser exemplo de ética, seriedade. Quero ser herói de verdade. Enviado do Nokia N95

Pra desestressar

Adivinha quem é a fêmea? . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . tá dificil? presta bem atenção.

Discutir relação?

Um exemplo da ausência de diálogo, ou melhor, do não entendimento mútuo:

O casal estava num momento a sós, os dois sentados no sofá da sala, falando das coisas da vida.

Então começaram a conversar sobre viver ou morrer… Conversa vai, conversa vem e o maridão diz:

— Amorzinho, nunca me deixe viver em estado vegetativo, dependendo de uma máquina e líquidos numa espécie de garrafa pra viver, tá?

— Mas, por quê? — Perguntou a esposa.

— Não quero que você me veja assim, se você me vir nesse estado, desliga tudo o que me mantêm vivo, promete?

Ouvindo a determinação do marido que tanto amava, a mulher se levantou, desligou a televisão e jogou a cerveja fora.

Tempo e Vida.

Ao longo de três meses muitas coisas podem acontecer, desde amores feitos e desfeitos, brigas e reconciliações, tristezas e alegrias, preocupações e soluções, frustrações e realizações, enfim o tempo tudo resolve e decide. E o blog Diálogo de Roda é, também, fruto do tempo e parceiro dos meus humores, das minhas vontades, sonhos, decepções e realizações.

Já são três meses de vida. Três meses de desabafos e perspectivas. E nesses 90 dias o blog Diálogo de Roda atingiu números interessantes para um blog pessoal: foram 1030 acessos (média de 11 ponto alguma coisa de visitas por dia) e 2360 pages views (média de 26 ponto alguma coisa também, por dia). Dentre as postagens mais acessadas destacaram-se:
• Propagandas interessantes da Benetton; Infância e futebol de rua e • Entre o Id, o ego e o superego.

Nesse espaço, como disse lá na primeira postagem, permeei vários assuntos e discuti vários temas, mas sempre reforçando princípios éticos e justos na busca de uma sociedade melhor.
Pelo menos aq…

Fim dos tempos

Quinta-feira à noite, a Confraria dos Carcarás Alcoolizados se reúne mais uma vez. Só que diferente de antigamente, onde a essa hora, "solteiros", véspera de feriado estaríamos na gandaia. Hoje estamos apenas comendo pizza, tomando refrigerante e assistindo novela. É sinal do fim dos tempos mesmo. Enviado do Nokia N95

Olinda - Capital do Brasil

O presidente Lula sancionou a Lei nº 12.286, publicada hoje no Diário Oficial da União, que transforma Olinda em Capital Simbólica do Brasil, todo dia 27 de janeiro. A data marca a comemoração da expulsão dos holandeses do Brasil, em 1654.

Afora a conhecida bipolaridade turística pernambucana, que celebra tanto a figura do invasor (Maurício de Nassau) quanto a sua expulsão (Restauração), vale a observação de que a sanção dessa lei pelo presidente é muito justa.

É justa porque, afinal de contas, Olinda realmente é um símbolo do Brasil: tem um carnaval excepcional, um bonito e histórico conjunto arquitetônico e, além disso, uma periferia pobre que carece enormemente dos mais elementares serviços básicos.

E isso é a cara simbólica do Brasil…


LEI Nº 12.286, DE 13 DE JULHO DE 2010.

Proclama Olinda a Capital Simbólica do Brasil e dá outras providências.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA
Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1o Em 27 de janeiro de cada ano, a cidade …

Chiclete com Banana

Essa semana também foi aniversário da morte de Jackson do Pandeiro, o mais importante ritmista brasileiro, em todos os tempos. A obra de Jackson tem despertado além de comentários, audição e estudos. Artistas como Silvério Pessoa, Lenine, Cabruera, Chico César, Beto Brito, entre outros da nova geração de talentos sonoros, têm conseguido manter acesa a chama da vela da sabedoria jacksoniana. Tão moderno quanto tantos que aí estão e ainda virão.

Fernando Pessoa

"Não sou nada.
Nunca serei nada.
Não posso querer ser nada.
À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo".

Do nada para onde...?

Nossa sociedade é socialmente desequilibrada. E muitos jovens das classes marginalizadas, vêem na música, no esporte e principalmente no futebol, uma oportunidade de ascender na vida e realizar seus sonhos de consumo.

Alguns destes meninos, em que a sorte sorrir, conseguem chegar ao topo dessa sociedade. Carros, festas, mulheres, casas, lanchas, fazendas, são sonhos realizados. Mas tem coisas que nem a fama nem o dinheiro conseguem trazer: maturidade e equilíbrio afetivo, emocional. E, infelizmente, o caso do goleiro Bruno foi, e é, um dos muitos casos da falta de preparo psicológico que a maioria dos nossos jogadores de futebol tem. Eles não sonharam em ter uma família equilibrada. Os amigos do agora se aproximam por conta do ter e não do ser.

Nada justifica o crime bárbaro e insano cometido pelo goleiro Bruno. Pessoalmente nunca gostei dele, nem como profissional nem como pessoa. Não sei explicar, mas a figura dele nunca me passou coisas boas. Entretanto o mais importante: precisamos …

Estrela no peito e hexa na mão.

O hexa escapou de nossas mãos, não quero saber de motivos nem de culpados. Sei que essa estrela vai cumprir seu destino e assumir seu lugar no lado esquerdo do peito, em cima do coração. Até 2014 muita coisa boa vai acontecer! Viva o Brasil com jeito de Brasil!

Poetas transcendem o tempo

Trânsito, trabalho, família, amigos, copa do mundo, sonhos e vontades. Por um instante faço uma pausa no corre-corre e agonia que envolvem minha semana. Tenho vontade de escrever sobre Vinícius de Moraes (o poeta e diplomata) e também sobre Cazuza (o roqueiro e rebelde), ambos polêmicos, brilhantes e poetas. Mas a preguiça e falta de inspiração não permitem. Deixo pra depois.

A idéia não só permanece, como martela minha cabeça: falta postar homenagem a esses grandes letristas da música brasileira. Mas como? Pensei em dois textos separados. Não deu certo. Decido buscar algo em comum entre os dois pra desenvolver um único texto. E assim cumprir com a promessa que me fiz.

Vinícius e Cazuza eram amantes da boêmia, tinham e gostavam da vida desregrada e das paixões incontroláveis. Mas a maior afinidade e o que melhor define a vida, a história e personalidade deles foi o amor.

Numa de suas composições, Vinícius falou:
“Quem já passou por esta vida e não viveu
Pode ser mais, mas sabe menos d…

De volta para o diálogo

Aprendi que toda ausência é atrevida. Por isso, sei que corro o risco de perder alguns de vocês, que sempre acessam o diálogo de roda esperando notícias, informações, opiniões e mesmo amenidades pra desopilar. Mas explico: não foi falta de atenção nem de respeito a vocês. Minha ausência foi fruto de uma semana cansativa, triste e sem inspiração.

Desde a saída da seleção da Copa, muita coisa aconteceu. Entre outros assuntos preciso deixar claro algumas considerações sobre o caso absurdo, insano e irracional do goleiro do Flamengo e da lembrança dos 20 e 30 anos sem os poetas Cazuza e Vinícius de Moraes.

De volta ao batente.

Fim de tarde

Sexta-feira. Um dos dias mais aguardados e preferidos dos brasileiros. É o dia do happy hour com amigos, da saída com os respectivos amantes, namorados, cúmplices, etc... Não precisa explicar a sexta, vocês sabem qual sentimento ela nos passa. Mas pra mim, hoje, a minha sexta não é a sexta que eu tô acostumado. Preciso recompor minha cabeça e reviver o clima que me faz falta.Enviado do Nokia N95

Bem calçados

Responsabilidade é o que define o papel dos pais na educação dos filhos e o exemplo vale mais que palavras. Meus filhos tem uma base forte e os pés bem calçados. Tá aí o primeiro presente de João Mateus. Enviado do Nokia N95

Copa 2010 - um tabu precisa ser mantido.

Na Copa da África do Sul alguns tabus foram deixados pra trás:
1 – O país anfitrião sempre passou da primeira fase – Na áfrica não;

2 – O único país que tinha sido campeão fora do seu continente foi o Brasil – Na África outro vai conseguir o mesmo feito;

3 – Desde 62, na Copa do Chile, os campeões foram sendo alternados entre América do Sul e Europa – Espero que, pelo menos esse, permaneça. Soy Uruguay!

O que importa são os sonhos.

Relaxando hoje, tomando um bom uísque, degustando um puro e lendo um bom romance, resolvi postar um diálogo do livro "A agenda do velho comunista". Traz um pouco do que devíamos manter acessos em nossos corações:

"Há muito tempo que ouço uma máxima. História triste, de homem, de macho, de hombridade: ninguém pensa em lavar mancha de tinta com tinta; mancha de óleo com óleo; mas mancha de sangue tem que ser lavada com sangue! Camarada, é por não acreditar nesse conceito retrógrado que sou comunista. Há que dar um basta à barbárie. O socialismo não é incompatível com democracia, ternura, amor. É antes sua expressão maior. Estás confundindo democracia com cleptocracia que se instalou no Brasil. Não, o destino da humanidade suplanta os sentimentos mesquinhos de vingança.
Está fora de cogitação um comunista fazer qualquer tipo de discriminação, quer seja de raça, etnia e até mesmo religião, o ópio do povo, como dizia o camarada Marx. Há pessoas que se tornam revolucionárias po…

DUNGA, A PROSA E A POESIA

Recebi do escritor e companheiro Wilame Jansen, crônica que versa sobre nosso futebol. Muito envolvente e bem humorada. Vale a pena à leitura.

O desempenho da Seleção de Dunga foi o tema de conversas com meus prezados e pacientes listeiros, durante a realização da Copa Africana. Tive a satisfação de receber enriquecedora diversidade de opiniões: desde a aprovação racionalizada do estilo dunga até críticas ferrenhas à figura polêmica do treinador. Curioso foi perceber a maioria de uns e outros concordando que o Brasil conquistaria o hexa. Para todos nós, o futebol brasileiro é mesmo o bom, seja com o dorminhoco Feola (1958), seja com o atento xerife Dunga (2010).
Destaco material recebido do escritor e jornalista Homero Fonseca, coordenador do Sarau Plural, juntamente com o ator e animador cultural, Sérgio Gusmão. Foram textos literários, selecionados para uma seção do Sarau Plural, que abordou o tema “O Futebol e a Literatura”. O evento, realizado na véspera do fatídico jogo Brasil x Ho…

Um menino igual a mim

Quem tem mais de 35 anos lembra do musical infantil "A arca de Noé", que eternizou várias músicas de Vinícius de Moraes. E uma delas, interpretada por Paulinho da Viola, diz o que eu pensei em dizer ao meu filho, que está a caminho, João Mateus. É uma felicidade que não posso sentir sozinho. Quero dividir com vocês.
O filho que eu quero ter (Vinícius/Toquinho)

É comum a gente sonhar, eu sei
Quando vem o entardecer
Pois eu também dei de sonhar
Um sonho lindo de morrer

Vejo um berço e nele eu me debruçar
Com o pranto a me correr
E assim, chorando, acalentar
O filho que eu quero ter

Dorme, meu pequenininho
Dorme que a noite já vem
Teu pai está muito sozinho
De tanto amor que ele tem

De repente o vejo se transformar
Num menino igual a mim
Que vem correndo me beijar
Quando eu chegar lá de onde vim

Um menino sempre a me perguntar
Um porquê que não tem fim
Um filho a quem só queira bem
E a quem só diga que sim

Dorme, menino levado
Dorme que a vida já vem
Teu pai está muito cansado
De tanta dor que ele tem

Q…

Infância e futebol de rua!

Aproveitando o clima de copa do mundo, vou relembrar mais uma vez, o tempo de menino e o que o futebol representava pra gente. Texto muito legal:

1. A BOLA
A bola pode ser qualquer coisa remotamente esférica. Até uma bola de futebol serve (ou mesmo a Jabulani). No desespero, usa-se qualquer coisa que role, como uma pedra, uma lata vazia, tampinha de refrigerante ou a merendeira do irmão menor.

2. O GOL
O gol pode ser feito com o que estiver à mão: tijolos, paralelepípedos, camisas emboladas, chinelos, os livros da escola e até o seu irmão menor.
3. O CAMPO

O campo pode ser só até o fio da calçada, calçada e rua, rua e a calçada do outro lado e, nos clássicos, o quarteirão inteiro ou um bom pedaço de praia (o Janga antigamente tinha uma).

4. DURAÇÃO DO JOGO
O jogo normalmente vira 5 e termina 10, pode durar até a mãe do dono da bola chamar ou escurecer. Nos jogos noturnos, até alguém da vizinhança ameaçar chamar a polícia.

5. FORMAÇÃO DOS TIMES
Varia de 3 a 70 jogadores de cada lado. Ruim vai p…