Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2013

Bem-vindo 2014!!!!

Como descrever 2013 pra mim? Moroso, penoso, complexo... É foi um ano difícil, passei por questionamentos e dúvidas. Até mesmo "posições pétreas" foram colocadas em xeque. Ficou a certeza que preciso de novos horizontes e ares, ou no mínimo, mudar a forma de encarar certas coisas na minha vida. É bom deixar 2013, com suas hesitações de lado, e colar os olhos e sentimentos em 2014.

E que 2014, ano dos meus 40, venha com força,  trazendo e renovando determinação, perseverança e aspirações. Anseio que em 2014 cada um de nós, possa comemorar um ano de grandes e importantes conquistas pessoais, profissionais, financeiras, afetivas e ideológicas.

Enfim, em 2014 quero o povo cônscio de suas responsabilidades. Quero meus amigos mais perto. Quero meus sonhos saindo do papel. Quero minha família mais harmônica. Quero o Brasil hexa. Quero o Santinha tetra e campeão de mais alguma coisa. Quero sentir que faço parte da transformação que sonho. Quero inspiração, transpiração e determinaçã…

Tchau 2013.

A vida é uma viagem pra um universo de experiências que nos emocionam, nos instigam e nos surpreendem. E ainda nos desafiam, nos ensinam e nos fazem mais fortes.

Vivências que não acabam, mas se transformam. Se renovam. Se reinventam como as nossas histórias. 

E 2013 veio com esse propósito. Difícil mas necessário ao aprendizado. Valeu 2013!

As festas

Aproxima-se a perigosa época das festas. O Natal e o Ano-Novo, como se sabe, despertam os melhores sentimentos das pessoas, e isto pode ter conseqüências terríveis. São conhecidos os casos de paixão, alguns até terminando em morte, que começaram em festas de fim de ano, na firma, quando o espírito de conciliação e congraçamento leva as pessoas a baixarem a guarda e aceitarem o que normalmente não aceitariam e a fazerem o que, no resto do ano, nem pensariam, ainda mais depois de beberem um pouco. Nada mais embaraçoso do que, no segundo dia do ano novo, ter de tentar desfazer algum equívoco do fim do ano anterior.
— Dona Teresa, eu... — Pintinho! — Pinto. Meu nome é Pinto. — Humm. Como nós estamos mudados, hein? Na festa... — Era justamente sobre isso que eu queria lhe falar dona Teresa. Na festa. Algumas coisas foram ditas... __Só ditas não, não é, Pintinho? — Pinto. Pois é. Ditas e feitas, que... — Já sei. Vamos fingir que nada aconteceu. — Eu preferiria. — Muito bem. Só não sei o que vou dizer…

Crônica dos meus Natais

Quando chega o final de ano e as festas natalinas, fico (mais) saudosista. Lembro em especial dos meus avós. Lembro da ida à casa deles, do encontro com primos e tios. Boas lembranças.

É, talvez não seja só saudosismo, já que saudosismo remete ao passado. É isso e também mais que isso. Além das recordações dos amigos da escola, da turma do Janga (do Saveiro, Lausanne e Saramandaia, do Conjunto Praia do Janga, etc...), dos amigos da faculdade (dos "n" períodos), dos amigos do partido e da política, dos amigos do trabalho. Enfim dos amigos de todos os tempos. Esse época muito além das lembranças, traz também a vontade de vê-los, de saber como estão, o que fazem e/ou fizeram. 

Essa vontade, essa saudade é normal?? Não interessa! Essa época é pra ser sentida, vivida e comemorada de forma especial. O saudosismo é bom. É a vontade representa a realização de um sonho no futuro.

Recordações, lembranças e vontades me remetem ao desenho da infância. Que falava sobre o "espírito dos …
Iniciemos as reflexões nossas de cada fim de ano. 
Boa viagem!

Viva Calvin e seus 28 anos...

Meio atrasado, mas vale a pena, a menção aos 28 anos de Calvin, que é mais um que se junta a Mafalda e Charlie Brown pra explicar um pouco do que carrega no peito a minha geração...

Calvin é um garoto de seis anos de idade cheio de personalidade, que tem como companheiro Haroldo, um tigre sábio e satírico, que para ele está tão vivo como um amigo verdadeiro, mas para os outros não é mais que um tigre de peluche/pelúcia. 

De acordo com algumas visões, as fantasias mirabolantes de Calvin constituem frequentemente uma fuga à cruel realidade do mundo moderno para a personagem e uma oportunidade de explorar a natureza humana para seu criador, Bill Watterson.

Poemas de dezembro

"Procuro uma alegria
uma mala vazia
do final de ano
e eis que tenho na mão
- flor do cotidiano -
é vôo de um pássaro
é uma canção."
CDA. 

Aproveitar o restinho do mês de dezembro e do ano de 2013 pra algumas reflexões minhas e de alguns poetas, escritores e compositores. 
A gente começa com um poema de Carlos Drummond de Andrade.

Propagandas criativas

O vinil nunca morre

Passeio pela infância.

Hoje, depois de dois meses parado, voltei a prática de esportes. Fui dar uma pedalada pra relaxar, desestressar e voltar à forma para as corridas com meu grupo.
Engraçado que em uma hora passeei pela minha infância e adolescência. A cada pedalada uma lembrança. As ruas, prédios, a praia, mesmo os lugares que não mais existem  (A Enseadinha, as antigas palhoças dos pescadores, o "Havaizinho", a Padaria de Mesquita, o Bar de Dona Iva, o nosso cachorro Tripa, as tartarugas desovando lá em Tia Lourdes, etc...) trouxeram imagens, risos, brincadeiras, festas e amigos de volta.  
É muita recordação pra pouco tempo (de pedalada).
Saudade de tod@s, dos que tenho notícias, dos que perdi contato. E dos que nos deixaram. Tod@s foram importantes pra me fazer o homem/menino que sou hoje.

O país de Caça-Rato

Muito além de engraçado, o texto de Xico Sá é provocador e realista. Muito além da preocupação, a foto de Diego Nigro (JC Imagem), traz luz ao dia-a-dia das nossas grandes cidades. O que estava se tornando "normal", volta a indignar nossa sociedade.

Enfim o texto completa a foto. A foto explica o texto.


Amigo torcedor, amigo secador, no país de Caça-Rato, símbolo da sobrevivência e herói do time do Santa Cruz, tudo é diferente da fantasia e da modernidade que tentam nos vender a cada instante, a cada clique, a cada moda. No país de Caça-Rato, o menino Paulo Henrique, 9, nada de braçada no esgoto do canal do Arruda, como na foto de Diego Nigro (JC Imagem), que assombrou o mundo esta semana.

No país de Caça-Rato, alguns, como o próprio jogador, escapam graças ao futebol, ao funk, ao rap, ao pagode. Muitos outros ficam no caminho, caça-ratinhos fadados ao limbo dos refugos humanos ou às balas nada perdidas da polícia --quase sempre morte matada antes dos 30.
No país de Caça-Rato,…

Como o twitter mudou o mundo

PORLUISAFSANTOS

Sete anos após ser criada, a rede de microblogging Twitter abriu seu capital na bolsa de Nova York na última quinta-feira (07/11), sob forte demanda dos investidores por seus papéis. Comentamos aqui sobre o desempenho inicial das ações. Com preço inicial de US$ 26 (cerca de R$ 60), elas chegaram a ultrapassar a barreira dos US$ 50 (R$ 115), para depois se aproximar da casa dos US$ 45 (R$ 104), 73% a mais que o preço original das  da IPO (sigla em inglês da “oferta pública inicial”, quando os papéis de uma empresa passam a ser negociadas na bolsa pela primeira vez).
O Twitter tem hoje cerca de 550 milhões de usuários no mundo. Ainda que sua base de usuários seja menor do que a do Facebook (com cerca de 1 bilhão de cadastros), nenhuma outra rede social tem a mesma influência. Uma das maiores convenções criadas por ela foi a difusão do uso do “jogo da velha” ou . Antes do Twitter, o símbolo # só era praticamente visto nos telefones para indicar um número. Agora, …

O Tempo e as Jabuticabas

Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para frente do que já vivi até agora.

Tenho mais passado do que futuro... Sinto-me como aquele menino que ganhou uma bacia de jabuticabas...
As primeiras, ele chupou displicente... mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço...
Já não tenho tempo  para lidar com mediocridades...
Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflados.
Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte.
Já não tenho tempo para conversas intermináveis...
Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas que, apesar da idade cronológica, são imaturas...
Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo majestoso cargo de secretário geral do coral...
As pessoas não debatem conteúdos... apenas os rótulos...
Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos... quero a essência...minha alma tem pressa...
Sem muitas jabuticabas na bacia, quero viver ao lado de gente humana, mui…

In vino veritas

O provérbio latino in vino veritas - "No vinho está a verdade" - é considerado a expressão máxima do efeito do vinho, ou seja, sob a sua ação prevalece a verdade. 

A origem remonta a uma história ocorrida numa aldeia romana, na era do cristianismo. Como os habitantes da aldeia eram avessos à nova doutrina, as autoridades enviaram para o local um bispo para estudar o que se estava a passar. O bispo concluiu que o jovem sacerdote era muito tímido e os seus sermões não entusiasmavam os habitantes da aldeia. 

O bispo aconselhou-o, então, a beber alguns cálices de vinho antes de iniciar os seus sermões, o que o jovem aceitou de bom grado. O resultado foi espantoso! O sacerdote enalteceu tanto as virtudes do cristianismo, que o bispo, pasmo com a transformação do jovem, considerou que este tinha exagerado nos copos.
Mas, como invino veritas, a aldeia tornou-se um exemplo de cristandade..

À que purifica...

Minha menina, você surgiu na minha vida de repente, foi um susto. Não tava preparado.

E neste "de repente" você conseguiu me mudar. De uma hora pra outra cresci e senti a importância que minhas ações, decisões e atitudes teriam.

Minha vida é dedicada a você e a seu irmão. Duas novas razões e paixões que adquiri nestes últimos anos.

Parabéns, papai te ama muito!

Viver Vínicius.

Vinicius de Moraes, se aqui estivesse,  faria 100 anos hoje. Lembro que comecei a escutar Vinícius ainda criança, mas passei a admirá-lo mais tarde.

O "Poetinha", ao lado de Noel Rosa, Cartola e Chico Buarque representam a base poética e lírica que formaram meus gostos e minhas impressões do que é boa música. E mais, uma confissão: Vinícius e Chico Buarque são mais fortes. Talvez pelas mulheres que Chico cantou e que Vinícius teve. Talvez pela postura política de ambos. Um arraigado, outro diplomata. Mas que sabiam onde chegar e como chegar.

De volta a Vinícius. Ele teve a coragem de viver e se entregar as suas paixões, desejos, vontades. Era isso que importava: cuidar do coração e da alma, sem medo do amanhã. Hoje o medo toma conta. Vivemos mais pra sociedade do que pra gente.

Uma vez, numa entrevista, perguntaram se ele tinha medo da morte. E ele: "escreve aí: não tenho medo da morte. Tenho saudade da vida." Essa resposta me fez pensar em como viver uma vida, qu…

Vinicius de Moraes 100 Anos

Texto copiado do Blog do meu grande amigo George Dimech. Vinícius merece ser bem lembrado...

Ninguém soube juntar tantas características contraditórias como Vinicius de Morais e ele o fez sem parecer que eram contradição.  Uniu a extravagancia com a longevidade: para alguém que dizia que o Whisky e o cachorro (melhor amigo) engarrafado e acordava após as 17h, morreu bem acima da expectativa para a época;Fidelidade com infidelidade: bem definidas em "ser fiel enquanto dure". Boemia com responsabilidade principalmente para fazer as obras;Quantidade com qualidade: um dos poucos a produzir tanto e com qualidade até o fim da vida;Cultura com popularidade: fato quase impossível pela ditadura do mercado atual.Era o branco mais preto do Brasil e, sendo agnóstico, soube transitar bem do catolicismo, 
que apreendeu no colégio de padres, até muitas variações das religiões com raízes
africanas, principalmente o candomblé (que na minha opinião influenciou positivamente
sua última fase).

De …

Dez lições de Vinícius para aprender a amar

POR XICO SÁ


Sim, mulherio, dez lições que aprendemos com Vinícius de Moraes, professor de existenciais disciplinas, poeta centenário, branco mais preto do afro-samba, menino erudito trabalhado na lírica da simplicidade, uma dádiva de criatura, fortuna do Rio, do Brasil e do mundo:

1) Aprendemos que homem que é homem não foge do vínculo afetivo - casou nove vezes -, não importa quanto tempo dure a ideia de infinito, o que vale é gastar a febre amorosa como um bom selvagem.


2) Que só na intimidade é possível alcançar o mais elevado dos erotismos.

3) Que enquanto houver língua e dedo nenhuma mulher nos mete medo, como no mantra preferido do poetinha.

4) Que beleza pode até ser fundamental, mas, como diz em “Receita de mulher”, tem que aplaudir as saboneteiras e amar uma uma hipótese de uma lindíssima barriguinha.

5) Que não podemos ser genéricos nem repetitivos nas cantadas e muitos menos nos dizeres e devoções dos enamoramentos. Para cada mulher, um poema ou um gesto novo que seja.

6) Que par…

Da série Propagandas Interessantes

Ainda no clima do Dia das Crianças: a propaganda da Garoto representa, mal comparando, para os meninos, a mesma coisa que a propaganda do primeiro sutiã da Valisére representou para as meninas.
Com uma diferença: a grande maioria de nós continua criança.

O que ficou...

Acabamos de comemorar o 12 de outubro - Dia das Crianças. Lembro que na minha infância uma música me marcou, muito além dos presentes e brincadeiras. Uma música que, por coincidência ou providência, também tem tudo a ver com o 12 de outubro:






“É de sonho e de pó
O destino de um só
Feito eu perdido em pensamentos
sobre o meu cavalo
É de laço e de nó
de gibeira o jiló
dessa vida cumprida a só
Sou caipira, Pirapora Nossa Senhora de Aparecida
Ilumina a mina escura e funda
o trem da minha vida...










...me disseram porém
se eu viesse aqui
prá pedir de romaria e prece
paz nos desaventos
como eu não sei rezar
só queria mostrar
meu olhar, meu olhar, meu olhar


Sou caipira, Pirapora Nossa Senhora de Aparecida
Ilumina a mina escura e funda
o trem da minha vida”.
Em homenagem a N. Srª Aparecida poderia ter feito um texto, o relato dos primeiros milagres, a  mas a música fala mais...

Dom Quixote

"Sonhar o sonho impossível,
Sofrer a angústia implacável,
Pisar onde os bravos não ousam,
Reparar o mal irreparável,
Amar um amor casto à distância,
Enfrentar o inimigo invencível,
Tentar quando as forças se esvaem,
Alcançar a estrela inatingível:
Essa é a minha busca."

Enviado pelo meu Windows Phone

A reinvenção da vida

Voltando a falar sobre propaganda: compartilho um comercial antigo da "Sharp", que me marcou bastante. Traz um bom texto, excelente interpretação de Chico Anísio e uma mensagem que emociona, que faz a gente pensar em importantes momentos da vida...



É primavera...

Você sabia?

Propagandas criativas - XVI

Da série "O EFEITO AXE".

Hoje é dia de plantar novos árvores

No hemisfério sul, o dia 21 de setembro marca a chegada da primavera, estação onde a natureza parece recuperar toda a vida que estava adormecida pelos dias frios de inverno. O Brasil carrega fortes laços com a cultura indígena que deu origem a este país, um deles é o amor e respeito pelas árvores como representantes maiores da imensa riqueza natural que o Brasil possui. No Brasil, há 30 anos, formalizou-se então o dia 21 de setembro como o Dia da Árvore - o dia que marca um novo ciclo para o meio ambiente e o tempo para se reforçar os apelos para a conscientização de todos em favor do meio ambiente.
É hora de plantar novas árvores, novos objetivos ou mesmo recuperá-los.

Dia dos Pais - numa versão humorada

A Durex costuma usar bom humor sem apelar para cenas explícitas que lembrem o ato sexual em si, como fezneste comercialpara mostrar a resistência do produto. Agora foi a vez da campanha que envolve diretamente seu público-alvo: o Dia dos Pais.

A marca lançou um vídeo que mostra algumas situações entre pais e filhos que deixam o homem com vontade de ter usado camisinha naquela hora H. Logicamente, tudo foi feito para divertir e não para passar a mensagem que a paternidade é uma coisa ruim.



Achei que valeu a intenção de, pelo menos, fugir do lugar comum das campanhas desta data.

FONTE: www.blogcitario.blog.br

Os sonhos...

A eterna vigilância...pra não se perder as liberdades.

Em tempos de privação das liberdades e do direito à individualidade, é preciso ter cuidado... 
Viva a democracia americana que deturpa ou leva muito a sério, a célebre e famosa frase de Thomas Jefferson: "O preçoda liberdadeé a vigilância eterna."