Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2017

Horóscopo Nordestino

Agora as características dos nascidos  no mês de fevereiro, segundo o Horóscopo Nordestino.

O carnaval e Dom Helder

Carnaval chegou de vez em Pernambuco. Faz parte da nossa tradição, do nosso dia-a-dia: o sangue ferver, a vontade de acompanhar blocos, troças e agremiações cresce e a gente não vê a hora de ir pra rua.

Interessante que até Dom Helder Câmara, com a sabedoria peculiar nata, discorreu no dia 1º de fevereiro de 1975, em sua  crônica "Um olhar sobre a cidade", transmitida diariamente pela Rádio Olinda AM, uma tradução da beleza de nossos carnavais:

Segue o texto:

"Carnaval é a alegria popular. Direi mesmo, uma das raras alegrias que ainda sobram para a minha gente querida.


Peca-se muito no carnaval? Não sei o que pesa mais diante de Deus: se excessos, aqui e ali, cometidos por foliões, ou farisaísmo e falta de caridade por parte de quem se julga melhor e mais santo por não brincar o carnaval. Estive recordando sambas e frevos, do disco do Baile da Saudade: ô jardineira por que estas tão triste? Mas o que foi que aconteceu....Tú és muito mais bonita que a camélia que morreu...

Pra não dizer que não falei...

O meteoro do fim do mundo, que hoje acabaria com o mundo, passou longe. Mas o dia de hoje conseguiu acabar com certas coisas sim: algumas dúvidas e muitas certezas que trago comigo...

Mas e você, o que faria se hoje fosse o último dia?

"O que você faria se só te restasse um dia?
Se o mundo fosse acabar
Me diz o que você faria...


...Corria pra se esquecer que não dá tempo
Pro tempo que já se perdia..."

Tô me guardando

"Eu tô só vendo, sabendo, sentindo, escutando e não posso falar..."

E se...

Car@s seguidor@s, quem de vocês que não se arrependeu de algo que fez? Mas, se fez e se arrependeu, tem como voltar atrás e tentar consertar.

E quando o arrependimento é sobre o que deixou de fazer??? Nesse caso não tem como voltar atrás, fica apenas a dúvida e a pergunta no juízo: "e se..."

Pra diminuir os "e se" e tirar o peso no peito e juízo, te receita sim: vê onde saímos da reta, corrigir rumos e correr atrás do que se acredita.

A gente só aprende fazendo, errando, começando e recomeçando. A vida é feita de fazeres e saberes. Bora corrigir?

Chico Science...

...antes de tudo, torcedor do Santinha

Como estaria Chico Science...?

Faz hoje exatos 20 anos que um acidente de carro desviou Francisco de Assis França Caldas Brandão (13 de março de 1966 – 2 de fevereiro de 1997) da trilha de sucesso que o artista – conhecido pelo nome artístico de Chico Science – percorria há somente dois anos. Science saiu de cena quando faltava pouco mais de um mês para festejar 31 anos de vida. Como estaria hoje o mentor da Nação Zumbi, banda que foi a pedra fundamental no Mangue Beat, movimento que recolocou Pernambuco no mapa musical do Brasil a partir de 1994?

É provável que Science tivesse iniciado carreira solo nos anos 2000, porque ele era maior do que a Nação Zumbi. Contudo, justiça seja feita, a Nação soube seguir caminho próprio sem Science. Ao contrário do grupo carioca O Rappa, que pareceu ter se transformado em clone de si mesmo após a saída do baterista e (essencial) letrista Marcelo Yuka, a Nação continuou relevante por conta de músicos como o baterista Pupillo (requisitado como produtor) e o guitarrista Lúcio Maia. A…

"...saudade já não mata a gente"